Minha Semana

Minha semana esta recheada com coisas bem “legais”(Faz parte).

Veja o calendário

Segunda:

Prova de Marketing (Deixei pra reposição, achei que não tinha estudado o suficiente. Não façam isso! Me falaram que não dá certo. É a 1º vez que faço no curso de adm, isso em 2 anos. Isso pq em psicologia eu já fiz e deu muito certo.).

Terça:

Seminário de Produção  ( Foi bem fraquinho, minha nossa fazia tempo que não fazia uma coisa assim, eu fiquei bem desapontada comigo mesma).

Quarta:

Seminário de Markentig (de serviços) (Foi mara, muito bom! Espero que a profª tenha gostado).

Quinta:

Prova de Adm. de Produção (tou ainda estudado).

Sexta:

Prova de Processos Psicológicos Básicos II(Ainda tenho que estudar muito essa semana).

Ontem postei no orkut:

A vida é um jogo, se perde ou se ganha. Não há meio termo, ninguém se engane. É preto no branco, preto no branco…

Obrigada Senhor!

Hoje eu ganhei muito!

Obrigada por cada segundo!

Obrigada por resolver cada detalhe!

Obrigada por dirigir a minha vida de maneira inexplicável.

Eu não sou mais…

Eu não sou mais…

A menininha da roupa cor de rosa…

A menininha que se encanta com qualquer coisa…

A menininha do gosto duvidoso pra música…

A menininha que treme com uma mãozinha no queixo…

A menininha do sorriso solto…

Eu não sou mais…

A menininha bobinha…

A meninha frágil, quase de vidro…

Não! Eu não sou mais!

Hoje tenho guardado…

O rosa da cor…

O encanto pra a vida…

A boa música…

A sabedoria

O sorriso exato…

Hoje…

A mão não deve tocar só o rosto, mas o coração…

Sou frágil, e ao mesmo tempo sou como aço inoxidável (não tenho medo de dizer)…

Hoje sou assim…

Por isso, cuidado!!!

Com a roupa cor de rosa…

Como o bôbo encanto…

Com a música duvidosa…

Com a mãozinha no meu queixo…

Com o me julgar bôba…

E por pensar que sou de vidro!

Eu não sou mais aquela menininha!

Feliz Ovo de Chocolate

Ainda não entendo muito bem por que as pessoas desejam Feliz Pácoa se na verdade elas só ligam pro chocolate.

Comer chocolate é bom, é bom demais, gosto de comer chocolate, gosto bem mais que gostaria, até porque ele não é tão bom assim pra a saúde.

Na verdade é puro marketing, é promoção (promover) de (o) produto e todo mundo compra e vende e fica todo mundo feliz. A maioria das pessoas gostam de chocolate. A maioria das fabricas gostam de vender, a maioria dos comerciantes também. Então os ovos de chocolate atendem ao desejo do consumidor. E fica todo mundo satisfeito, assim funciona o mercado. Mas deixando a aula de marketing(bem simplista, é verdade) pra depois, quero dizer que a Pácoa não é isso, na verdade é muito mais.

A Pácoa é na verdade sinônimo de libertação, passagem. A  libertação dos primogênitos de Israel que não morreram como os demais quando estavam no Egito. Comemoravam também quando povo hebreu foi liberto da escravidão do Egito. Em seguida, Cristo morre  na época de Pácoa, e se você é cristão e para pra pensar sobre isso, tem tudo a ver, porque novamente a Pácoa simboliza libertação (passagem para uma condição de vida nova ao pecador) dessa vez da escravidão do pecado, com a morte e ressurreição de Jesus. Libertação porque o pecador agora teria direito a viver, a escolher.

Hoje, é possível que você tenha almoçado um saboroso peixe, é possível também que você tenha comido “um pouco” de chocolate, mas não esqueça de lembrar que Cristo o cordeiro de Deus passou no mundo para tirar o pecado, morreu, ressuscitou, e está no Céu vivo! Essa passagem pode ser uma passagem só no mundo dos outros, na vida dos outros, ou pode ser uma passagem de libertação no seu coração. Pense nisso!

Feliz Páscoa!

Não deixe que o mundo apague essa mensagem!

ahoracerta

Ainda agora tava lendo uns textos em Daniella. E aí tirei uma frase interessante e coloquei no meu orkut “Nem sempre tudo que eu falo consegue ajudar algumas pessoas que eu gostaria”. A minha frase se apresenta em contexto diferente e ao mesmo tempo não, enfim…. Às vezes agente escreve coisas nos blogs endereçadas a certas pessoas. Que pena que agente não pode imprimir e colocar em um envelope e mandar pra pessoa. Que pena que também não se pode copiar e colar e enviar por email pra pessoa.

Hoje o texto é especifico pra alguém. Que eu gostaria muito que lesse tudo que vou escrever. Que pena que isso não vai acontecer.

Estou um pouco nostálgica hoje e vou escrever sim, sobre um conto de fadas apesar de saber que  “A vida não é um conto de fadas. Temos problemas e dificuldades, infelizmente”.

Você já conheceu a pessoa certa na hora errada? Até hoje quando você se lembra, revive a historia e isso ainda mexe com você? Dava tudo certo, era tudo perfeito, mas a hora era errada, não dava tempo. Simplesmente porque o tempo não se passa do jeito que agente quer.

Há 3 anos atrás escutei uma frase “Ele disse que nunca tinha sentido o que sentiu por você, nunca tinha gostado como gostou de você”. Isso mexe com uma mulher, mexe muito! Apesar da pouca idade agente sente coisas por pessoas que nunca se apagam totalmente. E aí me pergunto: Porque que eu não era mais velha? Não sei! Mas bem que gostaria! Sei lá! É lógico que o tempo não volta, é lógico que o tempo faz duas pessoas mudarem e se tornarem diferentes. Mas por que não se tentar de novo? Por que não?

Por outro lado, tem pessoas que não conseguem perdoar as coisas do passado, mesmo de um passado bem distante. Sei não, mas eu penso assim: Gosta? Vai atrás! Isso não é humilhação, isso é gostar, isso é tentar, isso é permitir uma nova chance. Mas que isso, quem sabe isso não é tornar “a pessoa certa na hora certa”. Pode ser que seja diferente, até porque o tempo é diferente. Pode ser sim. Pode ser que der errado? Mas, e se não for? Se der tudo certo? Se agora for à hora certa, com a pessoa certa. Porque não sentir aquilo tudo e um pouco mais? A única coisa necessária é: fazer do “se” uma certeza, ou seja, um “ir”. Ir em busca do que se quer! Sofrer agente vai sempre até porque a vida não é um conto de fadas, mas bem que poderia.

Se quem devia ler esse texto por acaso lesse. Eu diria “vá” ou melhor “Venha!”.


PS: Contando minha vida em público? Eu? Não faço mais! 🙂