Matemática…

Há dois anos escrevi o post “Definitivamente EU odeio matemática” na época eu cursava a disciplina “Matemática 2” a mesma coisa que “calculo 1”, era tudo muito complicado, tudo mesmo não só a matemática. Mas passou, fui aprovada na disciplina, graças a Deus.

Dois anos depois, posso dizer que hoje gosto um pouquinho mais de matemática. Talvez eu tenha deixado de “odiar”, não sei, talvez não! Ela ainda me faz doer à cabeça, continuo acreditando que não tenho vocação para tal, mas hoje estou mais do que nunca convencida da sua grande importância.

Na verdade acredito que agente deveria ter uma experiência positiva com a matemática logo nos primeiros anos da escola, algo diferente, criativo, algo que despertasse o nosso interesse de tal forma que agente tivesse vontade de “fazer literalmente matemática”. A matemática é um instrumento que realmente pode mudar o futuro do nosso país (posso fazer um post sobre isso), e é lamentável que existam muitas pessoas que como eu não gostem de matemática, isso é realmente muito triste.

Uma coisa é certa, quero muito aprender MAIS estatística. A estatística é muito interessante e dá pra fazer muita coisa que me interessa muito, por isso quero aprender muito mais.

Outra novidade, já estudei administração financeira, foi um pouco complicado, mas tive uma profª maravilhosa enviada por Deus.

No mais, acreditem, tentem estudar e gostar mais de matemática. É muito importante e faz parte da vida.

Só que um dia agente descobre que tudo pode piorar, chama-se Pesquisa Operacional, ou para os íntimos “P.O.”, usa matemática.  É muito complicado, sei lá, dá vontade de sair correndo, de gritar bem alto, de chorar. Só peço a Deus que me dê mais sabedoria, paciência e atenção, pra que eu poça ir bem nas provas que ainda faltam, e ser enfim aprovada.

Pra concluir, tenho que informá-los que quando você menos espera a matemática volta.

Anúncios

Chorar!

É possível, às vezes necessário…

No quarto, na sala, no banheiro, na rua, no aeroporto, no cemitério.

Em público ou em particular, aos gritos ou por trás do óculos escuro.

Chora-se por raiva, alegria, tristeza, frustação, amor, dor…

Chora-se quando nada resta a expressar…

Chora-se quando não se sabe o que fazer…

Chora-se quando a emoção faz transbordar…

Chora-se, chora-se, chora-se, chora-se…

Existem até controvérsias, mas o choro faz bem!

Melhora! Amadurece! Protege! Descobre! Adormece!

Tira o nó da garganta,

Faz sentir melhor,

Chorar é bom, e é um direito…

Por isso CHORE, mas apenas quando achar necessário,

Ou quando não puder suportar…

Chore só um pouco ou talvez um pouco mais…

Não viva para chorar, mas quando preciso chore pra viver…

Não tenha medo, não se envergonhe, chore!

Se chorar por tristeza, lembre-se…

O choro pode durar a noite inteira, mas de manhã vem a alegria.

Salmos 30:5