Para cristãos…

Deus diz não, você diz sim…
Deus diz sim, você diz não…
Você está fazendo isso errado…
Deus diz sim, você diz sim…
Deus diz não, você diz não…
Você está fazendo isso certo…
Tentação, ela sempre está a nos cercar.
Quando Deus disser não, pare!
Quando Deus disser sim, continue!
Porque…
Sempre, sempre, sempre…
Deus sabe o que é melhor para você!

Quem está no controle?

Depois de tanto tempo um post rápido.

Esse ano tem se caracterizado para mim como um ano de muitos altos e baixos, talvez por esse mesmo motivo mas nunca escrevi, uma hora tinha vontade de escrever, outra hora nem lembrava que o blog existia. Uma prova disso é que passei 60 dias com a faculdade em greve e não fins um post.

Como estava falando esse ano tem sido diferente do que imaginei, e até do que sonhei, mesmo assim a sensação não é de que estou perdida ou sem chão, é lógico que em alguns momentos me senti assim, mas não me sinto assim constantemente. Sinto que a vida muda, mas que Deus está no controle.

E sabe, mesmo quando na sua vida tudo virar de cabeça para baixo, ou quando você tiver lá em cima no clímax do sucesso, não esqueça que existe um Deus que está no controle. É claro que quando você está embaixo fica triste e revoltado, mas espere e seja paciente. E quando estiver em cima, não esqueça que por maior que seja o esforço humano é Deus que Dá a oportunidade. E assim viva sabendo que existe um Deus que está no controle.

‎”Deus dirige Seus filhos por um caminho que eles não conhecem; mas não Se esquece dos que nEle põem a confiança, nem os rejeita”. Ellen G. White

Meu futuro!

Passei uma tarde interessantíssima observando como é na prática ter a função (uma das) que é meu objeto de desejo. A mulher é show. A mulher é psicóloga e sabe muito de gestão. Imagine que ela vai implantar os 5s na empresa, e ela é a gestora de pessoas, em psicologia agente não aprende nada de administração. Aprende muito sobre trabalho, mas não administração. Uma psicóloga que sabe muito de gestão. (Eu pago umas disciplinas de prática de pesquisa, agente aprende muito  nelas, é massa. Foi isso que fui fazer nessa empresa, pesquisar).


Ainda estou aqui tentando mensurar se fico mais encantada vendo na prática o trabalho que observei essa tarde, minha 2º opção. Se fico mais encantada com o que vejo alguém realizando todo dia o dia todo e não paro de pensar como e o que vou fazer quando enfim chegar a minha hora, minha 1º opção. Ou como será o encantamento quando eu entrar em contato na prática com a minha 3º opção, nunca vivi a 3 opção, mas quando vejo em filmes ou em seriado me encanta o suficiente. Quero fazer os 3, um de manhã, um atarde e outro a noite. E exercer as duas profissões de três formas diferentes. Uma administradora psicóloga. Perfeito! Sem falar que se fizer tudo isso bem direitinho ganho de prêmio meu verdadeiro objeto de desejo profissional.

 

Não sei, não sei se vai ser como quero, ou como acho que quero! Mas confio em quem já sabe (Deus), e sei com toda certeza que ele vai fazer o melhor.

Por antecipação, Obrigada Senhor!

E se não for do jeito que penso, sei que ainda assim será mais que o melhor! Obrigada Deus!

Senti-me com 14 anos

Dos 12 aos 19 anos (+ou-) fiz parte de um grupo na igreja, era muito intenso. Agente fazia a música acontecer(apesar das dificuldades), cantávamos com alegria e prazer pra adorar a Deus, catávamos em varias igrejas, e não dá pra contar o número de apresentações.  E no meio disso tudo éramos seres humanos, pior que isso, adolescentes e pré-adolescentes, éramos principalmente nos primeiros anos amigas e rivais, em praticamente tudo. O gênio forte de cada uma. Sem comparação. Foi um tempo muito MUITO muito bom na minha vida que nunca vou esquecer.

Vivi muitas situações de confiança em Deus, experiências fortes com Deus, de ver Deus fazendo vários milagres nas nossas vidas. As circunstâncias mudaram e infelizmente por causa das nossas atividades (cada uma estudando numa hora diferente) tivemos que nos separar, não conseguíamos um tempo incomum pra ensaiar.

Esse grupo viveu varias fases, em uma delas, ainda na 1ª formação, umas de nossas mães providenciou alguém pra nos ensaiar, éramos muito novas, e precisávamos de alguém principalmente que nos ajudasse na parte da técnica vocal, e também acho que nossas mães queriam alguém que colocasse ordem.

Nessa época acho que eu tinha uns 14 anos e as meninas(éramos 5) tinham entre 12 e 16. Essa pessoa que veio ensaiar agente é fera em música, muito boa em técnica, tem uma extensão vocal incrível, foi uma boa mentora espiritual, na época fazia mestrado e trabalhava, era jovem, acho que tinha 28 anos.

Ela vivia querendo entender a todas, dava indiretas. Foi virando meio que confidente das meninas, só que eu não abria a boca. E oportunidades não faltavam, como morávamos perto às vezes eu pegava carona e enquanto ela puxava assunto eu torcia pra chegar logo em casa. Eu notava que isso chamava a atenção dela, não sei exatamente porque (por incrível que pareça apesar de contar minha vida num blog eu sempre fui e sou fechada). Ela não fazia por mal, mas é normal gente jovem que convive com adolescente dá um de conselheiro. Ela brincava dizendo (quando saiamos as 6 no carro dela) que parecia aquelas baby-sitter de adolescente americano.

Pessoa muito firme, passava um livro(ou um assunto) por semana pra agente ler e resumir, era uma boa influência, dava bons conselhos e aprendi muito com ela, por ser muito determinada. Por ser firme, eu vou confessar que tinha horas que morria de medo. Num sei nem porque, sempre me relacionei bem com hierarquia e nunca tive medo de autoridade. Mas nesse caso era diferente ela realmente me intimidava. E como eu era talvez a mais distante ela fazia algumas coisas  pra implicar mesmo comigo, sei lá. Talvez seja o jeito dela.

O fato é que no último sábado, ela estava de férias aqui no meu estado e eu fui convidá-la pra fazer uma parte na sala dos jovens. Quando eu chamei ________ ela me olhou da mesma forma que me olhava naquela época, me encarou assim de forma diferente, e como sempre fazia naquela época falou: Simmm Lídia. Minha nossa! Eu gelei, fiquei tão tímida que quase não sai a pergunta, me senti por instantes com 14 anos, e comecei: É pooorque eu queriiiia saber se… e aí pronto passou a timidez e comecei a conversar normalmente. Ufa! Lembrei dos meus 14 anos. E como era bom essa época. Agora passou, ficam as lembranças, o carinho e as amizades construídas.

Qualquer dia conto umas historias desse grupo (Shekinah) pra vocês.

Boa Semana!

Sobre as férias…

Olá! Quanto tempo?!

Como prometido vou falar um pouco das minhas férias…

Mas vai ser de trás pra frente, isso porque vou começar com fevereiro, vamos lá….

Logo Gigante Oficial do Campori

Acampamento aéreo! Você já tinha visto? Massa!

Fevereiro, Carnaval, eu não ia fazer nada. Minto, minto, ia alugar uma temporada de um seriado e pegar uns filmes com uma amiga (isso porque não suporto os festejos de carnaval, escola de samba então, nem pensar, detesto, respeito, mas não gosto). Mas, há muitos anos eu tenho tomado a decisão de deixa Deus guiar a minha vida. E então Deus queria que eu viajasse. Quarta de manhã (10hs) minha irmã me liga perguntando se eu queria viajar pra um evento “Campori”(de desbravadores) com14 mil pessoas de todo o nordeste e mais algumas cidades convidadas(pra trabalhar porque o público alvo do evento são adolescente, coisa que não sou mais), e eu disse sim. Amei o evento foi no Rio Grande do Norte. Conheci muitas pessoas, aprendi muito. E descansei nada, dormi nada. Mas sabe o que é engraçado? Eu relaxei muito, muito mesmo. Foi massa! Eu ainda tou tentando entender porque relaxei tanto, até porque fui para trabalhar como voluntária no evento, e onde eu tava trabalhando era bem legal, a galera legal (fui trabalhar com um pessoal do sul da Bahia), só que era muito mais muito estressante e eu relaxei. Pode? Pode aconteceu! Acho que de uma forma geral foi um desafio, e eu venci esse desafio por isso relaxei. Vai entender, são coisas da vida!

Vista no Sol...

Vista na chuva....

Janeiro (quando ainda nem tava de férias da uf, pq lá tá atrasado e só terminou dia 22/01) pela graça de Deus (qq dia conto como fui, voltei e passei no período com sucesso) fui para uma pequena cidade do interior da Paraíba fazer Missão Calebe.

O projeto foi maravilhoso, a missão foi muito boa, aprendi tanto naqueles dias ali.

Um grupo de jovens chega a uma cidade desconhecida, é recebido por pessoas desconhecidas (muito bem recebido), para entrar em contato com outras pessoas desconhecidas. E duas coisas vão acabar unindo todas essas pessoas, 1º o amor de Jesus, 2º a mensagem da Bíblia.

É isso que tenho feito nas minhas ultimas quatro férias, Missão Calebe, um projeto evangelistico revolucionário que nasceu no interior da Bahia, no coração do nordeste. Hoje esse projeto já está em toda a América latina, e se Deus quiser em 2011 será o projeto mundial de evangelismo jovem adventista.

O ano passado foram 10 mil jovens em todo o nordeste, esse ano eu ainda não tenho os números de toda América latina, mas imagino que tenha sido pelo menos o dobro.

O que se faz na Missão Calebe?

Boa pergunta!

Bem agente tá de férias, então se passeia, se brinca, se recreia, visita-se os pontos turísticos da cidade, faz novas amizades. Desde que sejam coisas sadias e puras, é férias. Mas isso tudo agente faz em casa ou em um hotel, não é verdade? O objetivo do Calebe vai além dessas coisas que existem e são importantes no desenrolar da missão.

Bem, basicamente se faz 1. Ministrar cursos bíblico; 2. Evangelismo Público; 3.Escola de férias para crianças. Os cursos são dados na casa das pessoas todos os dias no período da manhã ou à tarde, são curso com assuntos bíblicos direcionados, o que a bíblia fala em diferentes lugares sobre tal assunto. O evangelismos público são palestras realizadas na parte da noite sobre diversos temas: sobre a Bíblia, sobre família, sobre saúde, sobre felicidade, temas contra o cigarro, entre outros. A escola de férias geralmente é uma parte da tarde, é realizada durante uma semana, no fim tem a formatura, com direito a diploma e apresentação dos formandos.

A Missão Calebe dura de 20 a 30 dias, onde o mais importante é levar a mensagem da Bíblia para as pessoas. Sabe o que mais me impressiona? É no fim, quando eu estou saindo da cidade e fico vendo que através da nossa dedicação Deus pôde transformar a vida de varias pessoas. E agora elas têm outra perspectiva de vida. Outra visão de mundo, outra idéia de Deus. Que bom que Deus pôde usar a mim nessas férias. Foi um privilegio Senhor!

Se você é Jovem adventista comece a pensar seriamente em julho ou em janeiro passar suas férias na Missão Calebe. Eu tenho certeza que será uma das experiências mais fortes da sua vida. Agente viaja pensando que vai ensinar, mas na verdade quem mais aprende é o calebe.

Sou Calebe,

Lídia

O Clima do Natal

Olá Pessoas,

Como estão?

Então, primeiro quero pedir desculpas pela ausência, eu tinha prometido postar todos os dias de dezembro, mas como você tão vendo, não deu, tudo bem, faz parte! Mas vamos ao que interessa.

Sexta-feira passada estava eu “terminando” minhas últimas atividades desse ano na uf, fui entregar um livro a uma professora (que por sinal conseguiu ser muito boa comigo – depois conto a historia) e quando terminamos de combinar a data de uma prova ela me desejou Feliz Natal! Feliz Ano Novo! Tudo de bom! Eu retribui desejando o mesmo e entre sorrisos me despedi. Foi assim no fim de algumas aulas durante toda a semana.

Foi começando a cair a ficha de que o ano estava terminando, digo isso porque na outra faculdade no if, as atividades estão em dia, e sempre terminam antes aí não tem esse climinha, e como não fui à confraternização de fim de semestre da minha turma não vivi esse clima.

Mas é assim, todo fim de ano é assim, começa esse clima. Clima solidário, clima meio que romântico, clima que inspira emoção, paixão. Que pena que às vezes só dura ate dia 1° de janeiro. Eu particularmente amo as luzes a cidade fica tão linda, as árvores de Natal grandes que existe pela cidade, as pessoas ficam doces, é legal, mesmo que às vezes com certo há de hipocrisia tento acreditar que nem todo mundo é hipócrita, mas que tem gente que faz com toda sinceridade, porque eu faço com toda sinceridade, tento ver com bons olhos.

Outra coisa que trás esse clima de Natal é assistir aos concertos de fim de ano, esse ano só fui a um, não deu pra ir ao da Orquestra Sinfônica, nem o da Sinfônica Jovem (sempre as coisas da faculdade), não vou poder ir ao da Orquestra de Câmara(será amanhã), mas deu pra ir pra o concerto do Centro Musical Suzuki, que é de um amigo da minha família (como se fosse meu tio), de quem por sinal eu já fui aluna. Foi bem bonito, pena que não deu tempo de ficar até o final. Foi num lugarzinho aqui em Jampa que é lindo, Estação Ciência (o projeto arquitetônico é Oscar Niemeyer), muito lindo o lugar, foi no teatro de lá. Esse lugar tem uma vista linda, pra cidade e pra orla. Quando vier a João Pessoa não deixe de visitar.

Mas é isso aí, aproveitem as luzes, as árvores, os jantares (que são deliciosos), o clima, os presentes, e não esqueça que por mais que isso tudo seja bom, não é só isso. Pra mim o sentido do Natal vai além de presentes e festas (talvez por isso que eu acredito no clima de Natal), o mais importante de tudo é que JESUS renasça no nosso coração.

Beijos,

Feliz Natal!

São os votos de Lídia.

Deus é perfect!!!

O que escrever?

Por onde começar?

Como começar?

São tantos motivos….

Eu poderia dizer tantas coisas.

Eu não sei se você acredita em Deus, Eu sei que eu acredito. Eu não sei no que você acredita, eu só sei no que Eu acredito. Não, Eu não vou obrigar você a acreditar no que Eu acredito, só peço que você leia o texto até o final e não pare por aqui. Sou cristã, nunca escondi isso de ninguém, sou adventista do 7° dia(acho que já mencionei aqui), e como cristã acredito em Deus. Eu já fiz texto aqui sobre muitos e diferentes assunto. Já escrevi sobre animais, sobre comidas, sobre pessoas, enfim sobre várias coisas dessa vida, inclusive já escrevi sobre a existência de Deus(não querendo limitar Deus a uma “coisa” dessa vida, Deus é muito mais). Mas hoje é diferente, quero escrever sobre Deus de forma diferente e pessoal, esse não é um blog religioso, mas Deus faz sim parte da vida e inclusive eu tento deixar Deus fazer parte da minha vida. Tento deixar que Ele fale ao meu coração, tento deixar que Ele de diga o que devo fazer. E como o blog é MEU é lógico que também posso escrever sobre Deus aqui.

CamporiNesse feriadão fui a um Campori de Jovens( união de acampamento de clubes, nesse que fui foi pequeno, aproximadamente 600 pessoas do RN e da PB). E foi maravilhoso e em tudo. Posso dizer que foi perfeito! Mas uma coisa me chamou maior atenção, nesses quatro dias Deus quis me lembrar mais do que nunca que Ele é GRANDE e PODEROSO. Eu poderia detalhar a qui tudo que ele fez, só que eu não posso, não posso porque é pessoal, mais que isso, é pessoal entre mim e outras pessoas, e aí infelizmente como quero daqui a um tempo divulgar o blog para meus amigos, colegas e conhecidos, como quero fazer propaganda do blog, não dá pra contar as historias mesmo sem citar os nomes porque elas são pessoais.

Mas o que posso dizer de longe pra você é que mais uma vez eu estou impressionadíssima com Deus, como o que Deus faz por nós, e em nós.

A forma como Deus cura, como Deus transforma, como Deus restaura, como Deus age, a forma como Deus é bondoso.

Poderia aqui ficar escrevendo folhas inteiras, mas o que devo dizer a você é: Permita que Deus faça em você ou através de você. E como é isso? É assim: comece a viver um relacionamento com Deus hoje, hoje mesmo, agora. Ore a Deus, peça que ele te ajude. Leia a bíblia, ou melhor, estude a bíblia. Você não precisa fazer nada por Deus, a única coisa que você precisa fazer é por você e essa coisa que você deve fazer por você é: aceitar que Deus faça diferença em sua vida.

E aí você com toda certeza vivera o que eu estou vivendo.

Eu não tou aqui falando de teoria da prosperidade, porque o que Deus faz não tem a ver com dinheiro, nem com bens materiais, tem a ver com vidas, com coisas espirituais.

Quero terminar dizendo que Deus é Tremendo!

Boa semana!

Editado: Adição da imagem.