Quem está no controle?

Depois de tanto tempo um post rápido.

Esse ano tem se caracterizado para mim como um ano de muitos altos e baixos, talvez por esse mesmo motivo mas nunca escrevi, uma hora tinha vontade de escrever, outra hora nem lembrava que o blog existia. Uma prova disso é que passei 60 dias com a faculdade em greve e não fins um post.

Como estava falando esse ano tem sido diferente do que imaginei, e até do que sonhei, mesmo assim a sensação não é de que estou perdida ou sem chão, é lógico que em alguns momentos me senti assim, mas não me sinto assim constantemente. Sinto que a vida muda, mas que Deus está no controle.

E sabe, mesmo quando na sua vida tudo virar de cabeça para baixo, ou quando você tiver lá em cima no clímax do sucesso, não esqueça que existe um Deus que está no controle. É claro que quando você está embaixo fica triste e revoltado, mas espere e seja paciente. E quando estiver em cima, não esqueça que por maior que seja o esforço humano é Deus que Dá a oportunidade. E assim viva sabendo que existe um Deus que está no controle.

‎”Deus dirige Seus filhos por um caminho que eles não conhecem; mas não Se esquece dos que nEle põem a confiança, nem os rejeita”. Ellen G. White

Anúncios

Chorar!

É possível, às vezes necessário…

No quarto, na sala, no banheiro, na rua, no aeroporto, no cemitério.

Em público ou em particular, aos gritos ou por trás do óculos escuro.

Chora-se por raiva, alegria, tristeza, frustação, amor, dor…

Chora-se quando nada resta a expressar…

Chora-se quando não se sabe o que fazer…

Chora-se quando a emoção faz transbordar…

Chora-se, chora-se, chora-se, chora-se…

Existem até controvérsias, mas o choro faz bem!

Melhora! Amadurece! Protege! Descobre! Adormece!

Tira o nó da garganta,

Faz sentir melhor,

Chorar é bom, e é um direito…

Por isso CHORE, mas apenas quando achar necessário,

Ou quando não puder suportar…

Chore só um pouco ou talvez um pouco mais…

Não viva para chorar, mas quando preciso chore pra viver…

Não tenha medo, não se envergonhe, chore!

Se chorar por tristeza, lembre-se…

O choro pode durar a noite inteira, mas de manhã vem a alegria.

Salmos 30:5

ahoracerta

Ainda agora tava lendo uns textos em Daniella. E aí tirei uma frase interessante e coloquei no meu orkut “Nem sempre tudo que eu falo consegue ajudar algumas pessoas que eu gostaria”. A minha frase se apresenta em contexto diferente e ao mesmo tempo não, enfim…. Às vezes agente escreve coisas nos blogs endereçadas a certas pessoas. Que pena que agente não pode imprimir e colocar em um envelope e mandar pra pessoa. Que pena que também não se pode copiar e colar e enviar por email pra pessoa.

Hoje o texto é especifico pra alguém. Que eu gostaria muito que lesse tudo que vou escrever. Que pena que isso não vai acontecer.

Estou um pouco nostálgica hoje e vou escrever sim, sobre um conto de fadas apesar de saber que  “A vida não é um conto de fadas. Temos problemas e dificuldades, infelizmente”.

Você já conheceu a pessoa certa na hora errada? Até hoje quando você se lembra, revive a historia e isso ainda mexe com você? Dava tudo certo, era tudo perfeito, mas a hora era errada, não dava tempo. Simplesmente porque o tempo não se passa do jeito que agente quer.

Há 3 anos atrás escutei uma frase “Ele disse que nunca tinha sentido o que sentiu por você, nunca tinha gostado como gostou de você”. Isso mexe com uma mulher, mexe muito! Apesar da pouca idade agente sente coisas por pessoas que nunca se apagam totalmente. E aí me pergunto: Porque que eu não era mais velha? Não sei! Mas bem que gostaria! Sei lá! É lógico que o tempo não volta, é lógico que o tempo faz duas pessoas mudarem e se tornarem diferentes. Mas por que não se tentar de novo? Por que não?

Por outro lado, tem pessoas que não conseguem perdoar as coisas do passado, mesmo de um passado bem distante. Sei não, mas eu penso assim: Gosta? Vai atrás! Isso não é humilhação, isso é gostar, isso é tentar, isso é permitir uma nova chance. Mas que isso, quem sabe isso não é tornar “a pessoa certa na hora certa”. Pode ser que seja diferente, até porque o tempo é diferente. Pode ser sim. Pode ser que der errado? Mas, e se não for? Se der tudo certo? Se agora for à hora certa, com a pessoa certa. Porque não sentir aquilo tudo e um pouco mais? A única coisa necessária é: fazer do “se” uma certeza, ou seja, um “ir”. Ir em busca do que se quer! Sofrer agente vai sempre até porque a vida não é um conto de fadas, mas bem que poderia.

Se quem devia ler esse texto por acaso lesse. Eu diria “vá” ou melhor “Venha!”.


PS: Contando minha vida em público? Eu? Não faço mais! 🙂

Momentos

Olá Pessoas,

Primeiro dia de aula e a sensação de que os momentos se tornam cada vez mais importantes.

Cheguei hoje no instituto e vi aquele ar de reforma, de canteiro de obras, de prédio novo pronto, graças aos novos investimentos do governo federal nos institutos federais tecnológicos.

Mas o que é mais interessante é notar que tudo muda, as salas, os professores e principalmente os colegas. Hoje descobri que uma das minhas melhores amigas do curso vai trancar o curso, ela não contou antes porque (acho) queria fazer pessoalmente, fiquei triste, ela passou na uf(não por isso) e não quer fazer os dois, então vai ficar só com o de lá.

E eu começo a pensar como é importante aproveitar os momentos, e isso pra tudo, os momentos que vivemos em família, os momentos que vivemos com os amigos, os momentos que vivemos com os amigos de verão (que podem se tornar verdadeiros amigos), os momentos que vivemos na faculdade, seja estudando ou curtido, conversando besteira.

Sabe, tudo muda tão rápido que é preciso aproveitar cada momento hoje, agora, pra que depois não seja tarde demais, o tempo passe e as situações mudem.

Parece meio nostálgico pensar nisso, e é até verdade que estou toda assim, vivendo uma fase que classifico como “aberta pra vida”, pro mundo e principalmente para as pessoas, acho que isso pra mim significa mais ou menos começar o ano(já que já passou o carnaval) de pé direito.

Então pessoas, aproveitem os momentos, eles passam, portanto aproveite cada segundo de sua vida, independente que seja ela vidinha ou vidona, não importa, quem faz a sua vida é você. Só lembrando que aproveitar a vida e os momentos não significa (para mim) sair fazendo coisas adoidadas, imprudentes e irresponsáveis, só viver intensamente os momentos bons e minimizar os ruins.

É isso!

Tchau!

Bandeira Branca

Segundo a Wikipédia*:

A Bandeira Branca é um estandarte de cor neutra, usado para representar a paz entre os povos, torcidas, exércitos, etc. Um dos possíveis motivos da adoção da bandeira branca é: durante a idade média, em que cada vilarejo ou região possuía sua bandeira com listas, desenhos, etc. Exceto quando um povo colocava-se de fora de uma guerra ou batalha entre outros, em vez de hastear as cores de sua bandeira, hasteava uma bandeira branca em sinal de neutralidade.
O emblema é mais conhecido por ser o símbolo da paz.


bandeira branca


Tenho visto uma bandeira branca bem grande se levantar. Eu não sou Deus pra julgar ninguém, mas não sei se a bandeira é realmente branca ou se é preta por dentro e branca por fora. E Deus sabe o quanto eu tenho sido honesta mesmo em tempos de gelo insuportável.


Quero acreditar que a bandeira é realmente branca e pura, clara alva como a neve. A própria neve que é tão fria e gelada onde a bandeira está sendo colocada. A bandeira é como o fogo e ela quer esquentar o frio da neve, o frio que afasta, o frio que diferencia, o frio da suspeita, o frio que tanto prejudica, o fogo vem para clarear, vem para tirar a nevoa que se forma com o frio, o fogo da bandeira branca também serve para purificar, queimar qualquer coisa que queira ser esquecida pra que nem as cinzas atrapalhem, tirar qualquer dúvida que a nevoa tenha deixado.


Mas eu fico me perguntando “Por que essa bandeira demorou tanto pra ser hasteada? Por que? Porque não foi a seis meses atrás? Ou pelo menos quatro meses atrás?
Tanta neve seria evitada, talvez o iceberg que se formou não tivesse se formado, quatro meses atrás era verão, e o verão do tempo esquentava o iceberg e fez com que ele se tornasse apenas uma crosta de gelo e nessa crosta já existia a miragem de uma pequenina bandeira branca a aparecer. Mas não foi o suficiente, não foi o bastante, não demorou muito e a neve começou a cair. O tempo foi se fechando cada vez mais, e em meio ao rio da vida se formou um imenso iceberg, e iceberg vocês sabem agente só consegue ver a ponta, por baixo existe muito gelo, gelo duro como uma rocha. A parte de cima foi formada com o frio e com a neve, e a parte debaixo são as consequências. E infelizmente não podemos prever o tamanho das consequências.


Que pena que a bandeira branca por si só não acaba com as consequências, da mudança de tempo, do frio, da nevoa, da neve, do gelo, do iceberg. Que pena!
Mas se você me perguntar se merece uma segunda chance, eu responderei: Sim! Todos merecemos novas chances. Só que temos que aproveita-las.


Mas o que eu queria de verdade é que o tempo voltasse, para que o erro pudesse ser corrigido. Para que não se permitisse nem que o vento, nem que o tempo, nem que o frio, nem que a nevoa, nem que a neve, nem que o gelo, nem que esse imenso iceberg se formasse, e assim existiria simplesmente um clima tropical, o nosso clima, o clima que às vezes é um pouco instável, é verdade, onde às vezes cai uma forte chuva em pleno verão, onde de repente em pleno inverno temos um dia bem quente, às vezes mais quente do que queríamos. Isso é o que EU queria. (Acredite minha bandeira branca é recíproca.)


Mas sabe o que é maravilhoso no nosso clima?
É que o sol sempre está alia a brilhar, seja no inverno ou no verão, é que o sol sempre está a iluminar, e com o Sol e pelo Sol, nós poderemos sim sair desse gelo. Mas somente se permitirmos que o Sol nos aqueça.


PS: Só não esqueça que o Sol é justo!


*http://pt.wikipedia.org/wiki/Bandeira_branca

Paixão ou Amor … a verdade é que Aprendi!!!

Oi Amigos,
Hoje tava na net quando uma amiga entrou e começamos a conversar, perguntei como ela estava e depois de dizer que estava super bem e acima de tudo feliz com o namorado dela , eu disse como estava.
Essa minha amiga já se apaixonou algumas vezes, já teve relacionamentos duradouros e complicados,mas nunca deixou de olhar pra frente  e prosseguir, a admiro muito pq mesmo depois de tantos problemas enfrentados na vida dela, ela consegue a voltar a ser feliz, ela é FELIZ!!!
Comecei a imaginar então minha vida!
Meu primeiro Amor, Minhas infantilidades, Meus namoricos, Minhas Paixões de Verão, Minhas Paixões, Meus Amores, Meus Primeiro Namorado e Meus Relacionamentos…coração
Me lembrei de tanta coisa. . .
Ri tanto sozinha aqui me lembrando o quanto era sentimental…
A verdade é que não deixei de ter essa qualidade, sou sentimental, sou romântica, mas depois de também tanto me decepcionar na vida, tento ser uma pessoa realista.
Me lembrei do meu primeiro amor…Vocês nem imaginam quem foi!!!
Meu primo, dá pra acreditar??? rsrsrsrs
Pois é, e fui apaixonada por ele muito tempo! Minha mãe não gostava nada da conversa, também, só tinha 6 anos e as pessoas viviam fazendo historinhas sobre nós.
Depois veio a infantilidade, o filho de uns amigos dos meus pais, na verdade, esse, eu não gostava dele não, apenas o pai dele ficava dizendo que eu ia namorar com ele quando crescesse.
Depois veio realmente o primeiro Namorico . . . ele era meu amigo da igreja, estudávamos na mesma escola, nossos pais eram amigos e por a mãe dele não ter filhas, só tinha filhos, eu era muito paparicada por ela, ela falava sempre e até hoje me chama de minha norinha;
Depois desse tiveram algumas paixões de verão, aqueles que conhecemos, rapidamente nos apaixonamos e com a mesma rapidez que eles aparecem, eles passam por a nossa vida, alguns me lembro até hoje, outros nem lembro o rosto, mais sei que naquele momento eles foram importantes para mim , porque havia sentimento.
Depois o primeiro amor, ou aquele que você acha ser seu primeiro amor, na verdade ele era meu amigo, e eu era apaixonada por ele, me declarei imaturamente e como consequencia perdi a amizade e o amor, hoje ele é casado e espero que, muito feliz, mas lembro com saudade dos tempos bons que tivemos juntos, realmente ele era um grande amigo.
Meu primeiro namorado foi o mesmo com quem eu tive o primeiro namorico, digo primeiro namorado porque foi o primeiro que veio falar com meus pais, foi o primeiro que andei de mãos dadas, o primeiro que conquistou meu coração. Ele hoje se tornou um grande amigo,mesmo estando distantes, quando nos vemos, somos os mesmos brincalhões que éramos quando tinhámos 9 anos de idade, hoje considero ele como um irmão, mas a mãe dele continua me chamando de minha norinha, embora ele já esteja noivo, só não sei o que a noiva dele (que também conheço e convivo de vez em quando) acha disso! rsrsrsrs
Dos meus relacionamentos aprendi a ser quem sou hoje, aprendi errando, mais aprendi!
No primeiro e segundo, ambos com a mesma pessoa (relacionamentos que duraram 7 meses, cada um) aprendi que embora a pessoa goste de nós, não adianta estarmos com ela se não sentimos nada por ela. Foi um relacionamento conturbado, até saí com ele novamente, após nossas penúltimas desavenças, mas o que ele queria eu não podia, não podia namora-lo sem gostar dele, e foi isso que fiz, dei um fim em tudo que ainda existia, e mesmo ele não aceitando, e me tratando mal, não tenho nenhum ressentimento por ele.
Com o outro relacionamento (e último) aprendi muito, aliás foi um relacionamento complicado, por vários fatores, mas que me fizeram aprender a lidar com a situações da vida; aprendi que preciso me amar, e por mais que ame ou ache que ame muito a outra pessoa, eu não posso de forma alguma me anular por ela, eu não posso preferir agrada-la ou a me sujeitar a humilhações, ou mesmo correr atrás dela.
E hoje vivo feliz pelo que aprendi, por mais que ainda exista algum tipo de sentimento que não sei qual é; eu estou vivendo a minha vida, aquela que Deus quer que eu viva, aquela que o Meu Deus tem reservado pra mim.
É bem verdade que nossa vida passa por altos e baixos, idas e vindas, amores e desamores.
Alguns passam por nossa vida rapidamente outros, demoram mais um pouco, mas são pessoas que nos fazem crescer, são pessoas que nos dão motivos pra viver, são experiências que nos fazem crescer.
Hoje fico pensando que se não fossem essas “experiências”, eu não sabia de muita coisa que sei, nem mesmo me defender de algumas pessoas que se aproximam de nós “com boas intenções”, e as vezes não são tão boas intenções assim!
Mais fico feliz em ser quem eu sou, em ter os pensamentos que tenho, em tomar as decisões que tomei, em ter princípios, porque por mais que o meu verdadeiro amor demore, eu sei que ele vai chegar, eu sei que Deus vai me mandar, eu oro a Deus por ele, pelo amor que Ele vai me mandar!
E se você vive algum conflito, conflito de relacionamento, conflitos internos que te levam a tomar decisões erradas, de se enganar com os relacionamentos, de amar mais alguém do que a você mesmo, conflitos que te diminuem, que te deixam pra baixo, você precisa sair de onde você estar e ver que você tem o seu valor, você é especial, você é aquele que Deus ama.
E vivam a vida, cuidando de si, por mais que amem outras pessoas, precisam se amar primeiro.
Vivam a sua vida e não a vida da pessoa que você ama.
Não ame mais do que você pode, ame por seu tempo,
Tudo no seu TEMPO!!!
Tenham um MA-RA-VI-LHO-SO restinho de dia…
Beijos

Quase

Gente,
Quanto tempo sem vir por aqui…
Lídia tava quase me matando, todo dia ela me cobrava, mas muitas vezes aconteceram coisas que novamente me impossiblitavam de escrever!
Mas hoje consegui e vim aqui compartilhar com vocês algo muito lindo que achei na net por esses dias, add até aos meus vídeos favoritos no orkut!

Então…

De Luís Fernando Verissímo

Quase

Ainda pior que a convicção do não,
E a incerteza do talvez,
É a desilusão de um quase!!!
É o quase que me incomoda,
Que me entristece,
Que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou, AINDA JOGA!
Quem quase passou, AINDA ESTUDA!
Quem quase morreu, ESTÁ VIVO!
Quem quase amou, NÃO AMOU!
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos,
Nas chances que se perdem por MEDO,
Nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de VIVER NO OUTONO.
Pergunto-me, às vezes:
– O que nos leva a escolher uma vida morna?
Ou melhor não me pergunto, CONTESTO!!!
A resposta eu sei de cor,
Está estampada na DISTÂNCIA e FRIEZA DOS SORRISOS,
Na FROUXIDÃO dos ABRAÇOS,
Na INDIFERENÇA dos “BOM DIA”, quase que SUSSURADOS.
Sobra covardia e falta coragem até pra SER FELIZ.
A PAIXÃO queima,
O AMOR enlouquece,
O DESEJO trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio termo …
O mar não teria ondas,
Os dias seriam nublados
E o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina,
Não inspira,
Não aflige,
Nem acalma,
Apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas,
Nem que todas as estrelas estejam ao alcance,
Para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente PACIÊNCIA,
Porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pros erros há PERDÃO;
Pros fracassos, CHANCE;
Pros AMORES impossíveis, TEMPO.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma.
Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque,
Que a rotina acomode,
Que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e ACREDITE EM VOCÊ.
Gaste mais horas:
REALIZANDO que SONHANDO…
FAZENDO que PLANEJANDO…
VIVENDO que ESPERANDO…
Porque,
Embora quem quase MORRE esteja VIVO,
Quem quase VIVE…
Já MORREU!!!


E São Coisas dessa Vida!
Aproveitem com gostinho de quero mais…

Bom dia,
Beijo a todos!